ESPORTES EM GERAL

Manaus marca três gols de cabeça, vence Princesa e leva título do 2º turno do Barezão

Com o resultado, Gavião do Norte garantiu vaga na final do Barezão 2018 (contra o Fast), além de assegurar lugar na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro da Série D de 2019.

A Arena da Amazônia foi palco de um verdadeiro ataque aéreo na noite desta quarta-feira (4) e o Princesa do Solimões não foi capaz de segurar um dos principais trunfos do Manaus, a bola cruzada na área. O resultado da eficiência ficou registrado em números: 3 a 1 para o Manaus com dois gols de cabeça de Hamilton e um de Maceió – Cleber descontou de pênalti – e com o resultado, o Gavião foi parar “nas cabeças”, sagrando-se campeão do segundo turno.

O Manaus conquista também com o resultado a vaga para a Copa do Brasil e Série D de 2019, além de seguir vivo na disputa do bicampeonato estadual. No sábado (7), o Gavião do Norte vai enfrentar o Fast, vencedor do primeiro turno, em horário ainda não divulgado. O certo é que o jogo será na Arena da Amazônia.

O jogo

O Princesa entrou em campo ostentando o título de melhor defesa do campeonato enquanto o Manaus possuía o melhor ataque. Mas quem achava que isso significaria um jogo de ataque contra defesa se enganou. Quem começou dando sufoco na partida foi o Tubarão principalmente nas bolas paradas.

Logo nos primeiros oito minutos foram duas faltas cobradas por Kelve. A primeira foi afastada da área pela zaga do Manaus. Na segunda, Elton desviou de cabeça, mas a bola foi para fora.

Mas não era só de bola parada que o ataque do Princesa era feito. Com bola rolando, Randerson saiu jogando pela direita e próximo à linha de fundo, mandou para a área, Cristiano Natal tentou chutar, mas foi travado por Paulão e a bola se perdeu na linha de fundo. Na cobrança de escanteio, Elton cabeceou,mas a bola foi acima do gol.

O Princesa tocava a bola, tinha mais posse, mas isso não ganha jogo. Mais do que atacar, é preciso competência e foi o que o Manaus teve. Na primeira chegada, aos 14 minutos, Hamilton ganhou a bola no meio campo, se livrou de três marcadores e tocou para Nena, mas o atacante foi travado.

Dois minutos depois o Manaus chegou de novo, mas desta vez foi letal. Rossini cruzou do lado direito e Hamilton sozinho na marca do pênalti cabeceou para abrir o placar aos 16 minutos.Era o que o Gavião precisava para ganhar moral na partida.

Aos 22 minutos, os papéis se inverteram: Hamilton cruzou para Rossini cabecear na área, mas desta vez, Darlan defendeu. Hamilton também tentou cruzar para Nena, mas o goleiro do Princesa ficou com a bola desta vez.

Precisando pelo menos empatar para levar a decisão para as penalidades, o Princesa voltou do intervalo tocando bola, tentando se aproximar da área do Manaus. Alberto foi o primeiro a tentar um chute rasteiro de fora da área, Jonathan defendeu. Cleber também tentou após confusão na área, mas a bola passou ao lado da meta do Manaus.


Já o Gavião tentou pela primeira vez aos nove minutos com Cleitinho, cruzando para Rossini chutar à queima roupa, mas Darlan defendeu.

Aos 12 minutos, Igor fez duas substituições: sacou Juninho para a entrada de Maceió e Nena para a entrada de Wander. Foi preciso apenas quatro minutos em campo para o camisa 33 do Manaus balançar as redes.

Aos 18 minutos, Negueba cobrou escanteio curto. Deu um toque de lado para Cleitinho cruzar no segundo pau. Lá estava Maceió para cabecear e aumentar o placar para o Gavião. Manaus 2 a 0.

Alberone reagiu, tirou o volante Cristiano Natal e colocou Dhones para colocar o time pra frente, mas isso deu a possibilidade do Manaus sair no contra ataque e matar a partida. Aos 34 minutos, Negueba saiu jogando em velocidade pela esquerda e cruzou para Hamilton que, mais uma vez usou a cabeça para deixar o seu segundo gol na partida, o terceiro do Manaus.


Com o tento, o atacante chega ao quinto gol e divide a artilharia do campeonato com Nena, ambos com cinco gols anotados.

Com o jogo matado, o Manaus se pôs a defender. Jonathan defendeu um chute de Randerson, a zaga afastou uma tentativa de Miliano. No fim, Cleber ainda descontou de pênalti após Miliano ser derrubado por Paulão Na área.

Ficha Técnica

Manaus: Jonathan, Igor, Paulão, Derlan, Panda (He Man), Negueba, Juninho (Maceió), Cleitinho, Rossini, Nena (Wander). Tec: Igor Cearense

Princesa: Darlan, Tico, Elton, Eric, Cristiano Natal (Dhones), Toró, Kelve, Negrete (Miliano), Randerson e Cleber. Tec: Alberone

Estádio: Arena da Amazônia

Editor/Chefe: Rogério dos Santos

Portal Itacoatiara EMTEMPO, é um veículo de comunicação on-line que busca priorizar as notícias mais relevantes e de maior interesse da sociedade em geral, com responsabilidade, qualidade, transparência e imparcialidade. Redação: (92) 99172-4054

Artigos relacionados

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA

error: O conteúdo está Protegido!

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios