ESPORTES EM GERAL

Técnico troca semifinal de estadual por casamento da filha, e time leva goleada

Sem Zé Carlos, o Penarol-AM caiu por 3 a 0 diante do Manaus, foi eliminado do Campeonato Amazonense e perdeu a última chance de conseguir calendário para 2019. Treinador não volta mais. O Penarol tinha o jogo da temporada – e quiça da década – pela frente. Todos os olhos de Itacoatiara estavam voltados para o confronto contra o Manaus, neste sábado, na cidade homônia ao clube, pela semifinal do returno do Campeonato Amazonense. Era a última chance de garantir uma vaga na final geral do estadual e, consequentemente, o retorno ao cenário nacional depois de seis anos ausente, com um lugar na Série D e Copa do Brasil de 2019. Se todos estavam focados na “decisão”, o próprio técnico do Leão da Velha Serpa, Zé Carlos, estava com outros planos.

O comandante deixou o elenco por um motivo inusitado, mas importante: o casamento de sua filha. Ele saiu de Itacoatiara, no interior do Amazonas, e seguiu para Belém, aonde ocorreu a cerimônia. Zé Carlos conta que foi autorizado pela diretoria e que informara sobre o casório antes mesmo de aceitar a proposta da equipe interiorana.

– Eu não estive presente no jogo de ontem (sábado) em virtude de ter viajado para Belém para o casamento da minha filha, que já estava previsto antes de eu assumir o Penarol. Isso (a ausência) não motivou a nossa derrota, pois o meu preparador físico (Ediney Francisco) e meu auxiliar técnico (Wesley Geraldo) fizeram tudo que eu faria se estivesse lá. Tiveram que fazer duas substituições por contusão e uma por deficiência técnica. A verdade é que a equipe não esteve bem. Foram muitos problemas clínicos e mesmo assim a equipe criou algumas oportunidades e não concluiu. Mesmo se eu estivesse presente, não mudaria essa situação. Infelizmente, perdemos – disse.

No mesmo dia da semifinal do Amazonense, técnico levava sua filha ao altar (Foto: Divulgação/Arquivo pessoal)
No mesmo dia da semifinal do Amazonense, técnico levava sua filha ao altar (Foto: Divulgação/Arquivo pessoal)

Eliminado do estadual e sem calendário para o segundo semestre, o Penarol não volta mais a campo profissionalmente em 2018. Zé Carlos, inclusive, admite que deve permanecer no Pará e rescindir contrato por telefone.

– Mesmo que nós fôssemos campeões só iríamos ter calendário para o próximo ano. Vou ficar no aguardo de uma decisão da diretoria quanto a minha volta ou não, mas creio que não devo voltar mais. Deveremos acertar tudo por telefone, mas se a diretoria quiser que eu volte, estarei a disposição – finalizou.

Zé Carlos comandou o clube em três jogos, todos pelo segundo turno. Foram uma derrota, um empate e uma vitória. Ele levou o time interiorano até as semifinais do returno, mas teve ausência confirmado ao ter a data coincidida com o casamento de sua filha.

Fonte: GE

Editor/Chefe: Rogério dos Santos

Portal Itacoatiara EMTEMPO, é um veículo de comunicação on-line que busca priorizar as notícias mais relevantes e de maior interesse da sociedade em geral, com responsabilidade, qualidade, transparência e imparcialidade. Redação: (92) 99172-4054

Artigos relacionados

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA

error: O conteúdo está Protegido!

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios