BASTIDORES DA POLÍTICA

MP determina afastamento de Adail por ausências no município

O Ministério Público do Amazonas (MP-AM) entrou com ação civil, contra o atual prefeito de Coari, Adail José Figueiredo Pinheiro referente às ausências do parlamentar durante o ano de 2017. É a terceira vez que o órgão pede o afastamento de Adail, segundo informações divulgadas pelo portal D24am, nesta quarta-feira.

No documento, assinado pelo promotor Weslei Machado, o número de dias que o prefeito ficou fora do município chegou a 284 dias, ou seja, o prefeito esteve presente apenas 81 dias, que representam 28,5%  do total de dias do ano.

Ainda segundo a reportagem, o Ministério Público ressaltou que, a cada período ausente, o chefe do Poder Executivo de Coari tinha despesas com diárias nos valores de R$ 900,00 para viagens para Manaus ou outro município do Amazonas e R$ 1.400,00 mil para viagens para fora do Estado.

Desse montante, o valor de R$ 176.400,00 mil foram recebidos por ausências que não tiveram autorização do legislativo e R$ 46.200,00 foram recebidos por ausências.

Fonte: AM1

Editor/Chefe: Rogério dos Santos

Portal Itacoatiara EMTEMPO, é um veículo de comunicação on-line que busca priorizar as notícias mais relevantes e de maior interesse da sociedade em geral, com responsabilidade, qualidade, transparência e imparcialidade. Redação: (92) 99172-4054

Artigos relacionados

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA

error: O conteúdo está Protegido!

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios